60 anos dedicados ao Hospital das Clínicas e à Faculdade de Medicina

A medicina está no sangue da família do professor doutor Ivan Carvalho. O tio e vários primos seguiram a carreira médica e ele, ainda pequeno, em Pirassununga, queria seguir o mesmo caminho. O sonho começou a se transformar em realidade em 1953, quando entrou na Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto da Universidade de São Paulo e ocupou uma das vagas da segunda turma. “Era um sonho que estava se realizando”.
Em 1958, concluiu a faculdade. Dois anos depois, acontece o momento mais marcante de sua vida profissional. “Ah, foi algo que não consigo descrever, quando recebi a indicação para o quadro de professores da USP. Era algo muito difícil, mas fui indicado, passei por uma banca de professores e estou aqui até hoje”, afirma. Em seguida, ele completa sobre o novo momento na sua vida: “Agora vou digerir o que já passou, conviver com todos os meus, com mais intensidade e aguardar o que o destino nos reserva”.
Para o superintendente do Hospital das Clínicas, professor doutor Benedito Carlos Maciel, “foi uma honra ter como diretor da Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto e do Hospital das Clínicas o professor Ivan. É o exemplo de uma pessoa íntegra”. Para o ex-superintendente Marco Felipe Silva de Sá, “o Hospital das Clínicas foi o grande beneficiário da presença do professor Ivan. É exemplo de profissional e de ser humano a ser seguido”.
Nessa nova fase, o professor Ivan já marcou em sua agenda algumas atividades. “Vou continuar vindo um ou dois dias ao Hospital para encontrar os amigos e atualizar nossas conversas”, afirma. Um desses dias, deve ser na sexta-feira. “Normalmente, lá pelas 9h, o Passetto, o Zé Ernesto e eu tiramos um tempinho para conversar. Temos muitas afinidades filosóficas. E assim que vou levar a vida”, finaliza.